Chegando na Itália

Italia!! Italia!! Cosí i.m.p.r.e.s.s.i.o.n.a.n.t.e!! Você está pensando em ir lá, páre de pensar! Vá logo! Nem sei como é que demorei tanto tempo a ir lá e eu voltaria amanhã se eu pudesse. Se você mora no Canadá, a passagem, quando a gente viu, daqui pra lá tanto fazia chegar em Milão como em Roma, então dependeu muito foi do nosso itinerário lá dentro da Itália. Decidimos desembarcar em Roma e começar o nosso tour por Nápoles. Chegando em Roma tivemos conexão em Frankfurt, na Alemanha. Voo noturno daqui pra Europa, ótimo! Nosso roteiro era: Chegar em Roma, ir pra Nápoles (e em Nápoles ir em Pompéia (pompei) e na Costa Amalfitana), depois pegar o trem e ir pra Florença (e Pisa), depois Veneza, Bolzano, Verona, Milão e Roma. O roteiro mudou um pouco no norte na Itália pra melhor!
Uma dica super válida é vocês não comprarem os bilhetes do trem online com antecedência se você sabe que não vai ter muito tempo entre a sua chegada e partida no trem, principalmente os da promoção porque se perder o trem, perdeu o dinheiro. Na nossa ida de Roma pra Nápoles perdemos o trem e mais de 100 euros. Agora quando você compra lá, sem promoção e perde o trem, se não tiver validado, você pode usar depois. Quando você compra a passagem de trem você tem que validar antes de entrar no trem, você faz isso nas maquininhas, normalmente, amarelas perto das plataformas. É melhor comprar lá, até porque tem trem direto e se você perdeu um, espera pelo próximo.
Chegamos no aeroporto Leonardo da Vinci, de lá tem o Leonardo Express que é facinho de achar (só seguir as plaquinhas) e é direto pra estação ferroviária de Roma, demora 30 minutos a ‘viagem’. Chegando na estação (Roma Termini), a nós meio perdidos, descemos a escada achando que a estaçao continua lá embaixo (e perdemos tempo), então, você que chega do aeroporto para pegar o outro trem, não vá pensar em descer as escadas nao hehe siga reto, faz a viradinha ali do lado direito (quando você estiver lá vai ver o que estou falando hehe) e continue seguindo reto, a estação é enooorme! Bom, como a gente era recém-chegado, não estávamos acostumados com o sistema de trem na Europa, e com o tempo contado, perdemos o trem para Nápoles e não deram o dinheiro de volta e nem pudemos remarcar, tivemos que comprar outras passagens. É super fácil comprar as passagens, lá tem as máquinas automáticas e elas são em italiano e inglês (e em algumas partes eu vi também outras linguas). Lá, se você não sabe italiano mas sabe inglês você não tem problemas, o que eu notei foi que se os atendentes se não sabem inglês se esforçam para comunicar com os turistas por mímicas ou apontando as coisas, fazendo os números com as mãos, mas, a maioria se comunicava bem em inglês, meu marido não viu dificuldade nenhuma. O Termini é muito muuuito movimentado, mas é fácil se localizar e achar o seu trem, é só olhar o número do trem no seu bilhete e olhar no portal, facinho! Como tinhamos acabado de chegar, fomos para a nossa primeira parada: Nápoles (proximo post!)
Vou colocando as fotos aqui.

2 thoughts on “Chegando na Itália

  • 12th Sep 2011 at 8:56 pm
    Permalink

    Genteeeeeeeeeeeee…esse país é maravilhoso, mágico!!!!!!!!! As fotos me deixaram babando …… de qual cidade vc mais gostou? Se é que é possível selecionar a mais top … hehehe Coloca + fotos aí pra gente! Beijão!

    Reply
  • 19th Sep 2011 at 6:48 pm
    Permalink

    Nossa, é dificil escolher uma!! AMEI praticamente todas e viveria numa boa em qualquer uma até pq é tão facil viajar por lá! Vou colocando mais fotos sim, beijos!

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *