Voos – Brasil – EUA – Canadá

Post para quem está pensando em viajar do Canadá para o Brasil ou vice-versa passando por Washington, nos EUA.

Do Brasil para o Canadá. Eu não recomendo voos com o tempo de conexão menor que 2 horas se tiver que pegar malas (ou seja, isso inclui passar na imigração e seguranca). Por quê? Pelo trajeto que você terá que fazer relatado abaixo, tendo em conta que, se tratando de um voo internacional, as filas são enormes. Claro que as conexões quando são feitas pela mesma airline são baseadas em uma predição que dá tempo suficiente. Pode até dar se tudo correr bem, mas, como eu disse, se tiver que passar pela imigração, pegar malas e segurança, qualquer imprevisto (como um atraso do primeiro voo, uma entrevista mais longa na imigração, problemas na segurança, etc) pode complicar e te dar um stress desnecessário.

Bom, chegando em Washington de São Paulo, você sai do avião, e segue o pessoal que segue as placas indicando Customs US, a alfândega/imigração americana. Só tem um trecho a ser seguido e você vai nele até a escada rolante e espera na fila para entrar no ônibus (que é acoplado ao terminal e, quando você entra, parece ser um metrô). Quando o ônibus encher ele vai até o outro terminal. Chegando, você segue a fila para chegar à área da imigração (US Customs). Nas duas vezes que eu fui por esa escala, as filas estavam de desanimar… segue as placas e entra na fila de Visitor. Se todos os guichês estiverem aberto, a fila até que rende. Nessa última vez, demorou 40 minutos. Indo pela fila de visitor, chega num ponto que a funcionária te indica seguir reto se for visitar Washington ou virar a direita se for fazer conexão. Você entra na fila quilométrica e aguarda ser chamado. O salão é enorme e, às vezes, como dessa última vez, me chamaram para o guichê 48 que é do outro lado do salão. Eles chamam uns 5 da fila por vez para ir a determinado guichê; aí você vai para o guichê e faz uma mini fila lá esperando ser chamado.

Como eu apresentei o meu passaporte canadense, O agente só me perguntou para onde eu estava indo. Eu disse Canadá, ele carimbou meu passaporte e pronto. Para os brasileiros, eu escutei perguntando o que foram fazer, quanto tempo vão ficar nos Estados Unidos e, faz o cadastramento biométrico. Achei simples. Passando pela entrevista, você sai pela porta (no meu caso, andar até o outro lado do salão já que o meu guichê era longe),  onde você vai ver o saguão para a coleta das malas. Você acha a sua esteira no monitor. Pega a sua mala (lembrando que, diferentemente do Brasil, para pegar um carrinho, você precisa pagar), e você sai pela direita, anda um corredor enorme e despacha as malas em outra esteira.

Despachada(s) a(s) mala(s), você vai seguir as placas indicando All gates ( todos os portões). Aqui, se todas as máquinas não estiverem funcionando, vai demorar! Nessa última vez, eu demorei quase outros 40 minutos. Na segurança nos EUA, você tem que tirar os sapatos e passar pelo detector de metal, e entrar numa máquina e levantar os braços; direto eles escolhem alguém para, também, passar o detector de metal manual.

Passando pela segurança, você vira a esquerda e desce a escada rolante para pegar um trem para os portões A e C no lado direito, ou B no lado esquerdo. O trem pára no A primeiro. Chegando no C, que era o meu caso, você sobe a escada rolante, caminha um trecho, vai pela esteira rolante, sobe outra escada rolante e depois procura o seu portão.

No meu caso, eu só não perdi o voo porque eles me esperaram, eu fui a última a entrar. Por isso, eu não recomendo o tempo de conexão curto entre a chegada nos EUA e saída para o Canadá, por causa do stress.

O avião para Ottawa é bem pequeno, você pode entrar com sua mochila pequena e uma bolsa, que podem caber embaixo do assento na sua frente, então se você estiver com mala de mão, eles vão pedir para deixar do lado de fora da aeronave porque não cabe no compartimento acima e vão etiquetar. Você faz uma fila e entrega a sua mala. Lembre-se de colocar cadeado na sua mala de mão! Como eu fui a última a entrar, eu não vi essa etapa, mas na saída do avião, o pessoal estava já fazendo a fila ao lado da entrada para esperar a mala de mão, entonces, eles sim deixaram lá antes do voo.

Já o voo do Canadá para o Brasil com conexão em Washington foi tranquilo e bem, bem mais simples! O meu tempo de conexão lá era 25 minutos e foi sossegado porque o avião não atrasou para sair de Ottawa. Bom, ao fazer o check-in em Ottawa, você vai atrás dos guichês  e deposita a sua bagagem na esteira e passa pela segurança. Depois, você segue direto para a entrevista de imigração dos Estados Unidos! Então, por ser feita já no Canadá, a entrada nos Estados Unidos é tranquila e você não precisa pegar a(s) mala(s) e nem passar pela segurança.

O voo de Washington para Ottawa é de 1 hora e 30 minutos e a aeronave é pequena. Se você estiver com mala de mão, vai ter que deixar no lado de fora porque não cabe no compartimento acima e nem embaixo das poltronas. Só quem tem tem bolsa ou mochila é que puderam entrar. Então, você faz a fila e deixa com a pessoa responsável na entrada no avião e eles etiquetam. Quando chegar em Ottawa, você tem que fazer uma fila na saída do avião e eles te dão a sua mala. Importante lembrete para não deixar dinheiro ou pertences importantes nessa mala de mão e trancá-la! Uma vez aconteceu o mesmo em Moçambique com meu colega de trabalho e $1000 americanos desaparaceram da mala dele…

Nesse voo para Ottawa eles servem bebidas e dão uns biscoitinhos. Na chegada em Ottawa, você segue a fila até a imigração. Aqui, você faz a declaração para a alfândega no computador, é a mesma que antes era entregue no avião. São vários totens. Você pressiona na tela, escolhe a língua (tem português!) e começa a preencher a declaração. No final, você olha para a câmera para tirar uma foto. Em seguida, você imprime a declaração e entrega para o agente. Só tem um! Ele vai olhar a declaração e te perguntar alguma coisa se houver a necessidade, caso contrário, ele fala para você seguir reto, com a declaração para pegar a bagagem. Após pegar a sua bagagem, você vai em direção à saída e tem um agente de fronteira lá esperando. Você entrega a declaração, o agente olha, se tiver tudo ok, ele manda seguir reto e você está liberado para aproveitar a linda cidade de Ottawa!

O voo de Ottawa para Guarulhos passando por Washington é muito mais tranquilo! A imigração dos Estados Unidos é feita no aeroporto de Ottawa, ou seja, você não precisa, então, pegar as suas malas em Washington, nem passar pela imigração, nem pela segurança. Você, praticamente, desce do avião e vai para o portão para embarcar em oturo avião!

Após você fazer o check-in aqui em Ottawa, você faz a fila para entrar no despacho de bagagem. Após despachá-la, você vai para a segurança. Aqui, também, precisa tirar o sapato. Após passar e pegar pegar os seus pertences, você segue a placa para a imigração dos Estados Unidos e espera ser chamado. A minha entrevista com o agente foi tranquila, ele só me perguntou se eu iria para os Estados Unidos ou se era só conexão e para onde. Bem simples. Passando por alí, você segue os sinais para o seu portão.

Em Washington, como eu mencionei, você não precisa pegar as malas. Assim que o avião chegar, você sai já num portão e procura o seu para São Paulo. Minha conexão ali era só de 30 minutos e demorou, para mim, um total de 5!

Os voos internacionais, normalmente vão lotados. Os voos para o Basil sempre tem os anúncios feitos, também, em português. Às vezes, é um português nas coxas bem difícil de entender, outras, é algum brasileiro ou português que fala com clareza.

No voo para o Brasil, agora, não te dão a declaração da alfândega. Fiquei meio chocada que em nenhum lugar me perguntaram o que eu estava levando e se eu precisava declarar algo. Quem tem experiência, sabe que algumas coisas precisam ser declaradas, mas se essa é a sua primeira viagem, por exemplo, você com certeza vai só seguir a fila de Nada a Declarar sem nem saber que, talvez, você, na verdade, precisava declarar aqueles smartphones que você está levando, por exemplo.

Bom, você desembarca em Guarulhos, segue a fila e as placas para a imigração/alfândega/bagagem. Chegando na imigração, você vê que tem a fila para estrangeiros e a para Brasileiro. Você entra na que te pertence e espera o agente te chamar. A fila para os brasileiros é super rápida já que os agentes quase não te fazem perguntas. Dessa vez, a moça super simpática, só me deu bom dia, perguntou de qual voo eu vinha e até logo. Super simples. Aí você pega a sua mala, passa pela alfândega (antes a sua última chance de comprar nos duty-free!) e, sai. Se você tiver conexão doméstica, você vai para o segundo piso e procura o seu terminal.

2 thoughts on “Voos – Brasil – EUA – Canadá

  • 30th April 2019 at 9:04 pm
    Permalink

    Os aeroportos fora do país (segurança e imigração) tem outro nível de organização!!!
    Adorei os detalhes do seu post: com certeza, vai auxiliar muitas pessoas com os procedimentos em viagens internacionais!!!

    Reply
    • 4th May 2019 at 4:03 pm
      Permalink

      Tomara que ajude mesmo! É bom quando a gente encontra relatos com dicas quando a gente vai visitar algum lugar!

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *