La Trêve

Falando em séries, terminei de ver La Trêve; uma série bélgica que, apesar de no começo ser um pouco devagar, ela te prende a atenção. Para quem quer praticar o francês, é muito boa porque é a língua do seriado- eu odeio quando os programas são dublados. Apesar de eu não ter visto outros filmes/séries com os atores, gostei da atuação deles.
Se trata de uma investigação criminal a partir do descobrimento de um corpo no rio em uma cidade bem pequena. As histórias se intercalam e, quando você acha que ele chegou ao culpado, a história toma outro rumo mas sem absurdos ou teorias nada a ver. Para quem chegar aqui querendo um spoiler, vou falar porque eu sempre procuro um. A assassina é a mulher que se envolve com o detetive, a Inès. Ela era apaixonada pelo Driss que era apaixonado por outra garota que era da idade dele e, quando ele não quis nada com ela, ela o matou num ataque de raiva. Me pegou de surpresa porque apesar das pistas aqui e ali, talvez pela idade dela e por ela defender outros suspeitos, você pensa que ela é só uma mulher muito boazinha. lol
A segunda temporada conta a história de uma psiquiatra (a mesma que ajudou o Yoann na primeira). Muitos dos atores da primeira estão na segunda também. E ela tenta ajudar um jovem que está sendo acusado de um assassinato, e ela acredita que ele é inocente. A história fica toda em volta das inúmeras possíveis evidências de que ele era realmente inocente e estavam comentendo uma injustiça com ele. Mas, no final, é revelado que ele realmente era o culpado e, ele acaba matando a psiquiatra.

(Foto de entrada: Heaven of horror)

Share this post

Leave a Reply

scroll to top